Skip to content

Oldies – my final thoughts on the 2006 (in Portuguese) and 2010 (in English) Tournaments:

August 4, 2010

Saturday, July 01, 2006

France ousts Brazil from World Cup

Guys….I feel like shit!
This is the very first time I see Brazil not make it to the final match. We’ve been going all the way since 1994….and now, a shock; France sends us home.
France…once again. The same nation that took us out of the cup in 1986 (my very first world cup, I was 3 years old!)….the same country that took the Cup away from us in 1998, when we lost the final game in Paris…..and the same nation that now sends us home. Again?!?!?

WHAT THE HECK IS UP WITH FRANCE???????

But seriously guys, now I’m all cool and stuff….but ask good ole’ man Matthew Aitkens, bartender of Bar Italia. He didn’t even let me pay my freaking bill….I was in tears, the dude felt sorry for my pathetic ass.

I cried my ass off. Called my parents when I came home…cried more. I cried so much after the game that the French crowd felt sorry for me too, and shook my hand and said “hey Brazilian, chin up man, it’s cool, what can you do?”

Well, what can you do?
Wait I guess…..4 years, 4 more years…carrying the weight of France on our shoulders.

Again.

#####

2006: merde!


Brasil: futebol borrado...

Essa Copa 2006 nao foi feita pra mim!

Em 1994, aos 11 anos de idade, eu fora mordido pelo “bicho da Copa do Mundo”!

De lah pra cah, eu venho medindo minha vida em anos de copas do mundo. Sempre esperando ansiosamente, contando quantos meses faltavam para a proxima copa, e projetando meu futuro em copas que ainda estavam por vir.

Em 1994, na Copa do Tetra, eu comecei a me apaixonar pelo futebol;

Em 1998, na Copa do fiasco de Ronaldo e Cia em Paris, eu jah comecava a tracar meu futuro em um pais estrangeiro, planejando um intercambio.

Em 2002, na Copa do sucesso de Ronaldo e Cia na Asia, eu jah morava no Canada ha 1 ano. E celebrara o Penta em terras estrangeiras.

E em 2006????

A Copa da Alemanha chegou, e eu celebrava 5 anos de Canada, e perto de me formar da faculdade – finalmente! Muito havia acontecide desde 2002, muita coisa mesmo, ao ponto de eu me considerar uma outra pessoa, com novos interesses e novas paixoes…mas a paixao eterna pelo futebol, e principalmente pela Selecao Canarinho, ainda batia forte!

Em 2006 eu comemorei 23 anos de idade. Empolgado com a Copa da Alemanha, eu me preparei como nunca. A um mes para a copa do mundo, eu jah tinha um arsenal completo de materiais. Livros, revistas, guias, filmes, documentarios….toda santa noite, apos um arduo dia de peleja, eu dedicava meu tempo a empolgacao para mais uma Copa. Lia sobre estatiscas de copas passadas, sobre os craques da histroria, sobre as expectativas da selecao brazuca, entrevistas….e eh claro, a tipica rodinha de papo furado no barzinho da esquina, conversando com aquele tiozinho de camisa cavada, com havaianas nos pes, biliscando a loirinha gelada….

Mas, convenhamos, nao estou no Brasil. A minha “tipica rodinha de papo furado no barzinho da esquina” fora reduzida a um bate papo entre amigos da Franca, Inglaterra, Nigeria, EUA, Alemanha….etc etc, normalmente em cafes, ou mais tradicionalmente, nos famosos pubs irlandeses da cidade (os santuarios dos torcedores ingleses). MAS, papo de futebol eh papo de futebol, nao importa com quem e onde; e eh papo gostoso, num eh nao?

Ainda me lembro dos papos ha 4 semanas. Negada toda empolgada, cervejinha rolando, apostas eram feitas…..o vencedor na maioria das vezes??? Brasil, obviamente.
Curiosamente, eu nunca pus meu dinheiro ou minha confianca no Brasil nessa copa do mundo. Podem perguntar ao meu amigo frances Olivier. Eh claro que eu ainda acreditava na selecao canarinho, mas jah vivi o bastante para crer que os brasileiros, psicologicamente, sao um dos piores do mundo!

Nos bate-papos nos pubs, eu dizia que a seguinte equacao me parecia obvia:

Sistema Parreira + Super Pressao Publica + Aglomerado de Estrelas + Salto-Alto + Lula (soh pra diversao) = Hexa soh em 2010….e olhe lah.

MAS, nao vou mentir, esse era o meu cerebro falando. Admito que no coracao, lah no fundinho, acreditva – ou queria acreditar – que Ronaldo iria estar em forma (esse sonho ateh que se realizou) e que estariamos em nossa QUARTA final consecutiva….que merito hein?!?

MAS, ganhou o cerebro! E eu nao perdi grana…e nem respeito como “analista futebolistico”, mas ganhei lagrimas. Deu no que deu, e o Brasil foi para o espaco.

Em 2006, aos 23 anos de idade, eu vi o Brasil ser eliminado pela primeira vez. E dizem que a primeira vez a gente nunca esquece…infelizmente, nesse caso.

Eu as vezes gostaria que tivesse visto o Brasil de 1958….sabe o que aconteceu em 58?? Alem de ganharmos a Copa pela PRIMEIRA vez??? Em 58, ganhamos da Franca pela ULTIMA vez!

Eh pessoal, a Franca se juntou a Argentina, e acaba de se tornar um dos poucos times do mundo afora capazes de nos fazer borrar as bombachas. Nos tirou da Copa em 86, e em 1998 foi responsavel pela MAIOR derrota do Brasil na historia de copas, o fiasco de 3 x 0.

Curiosamente, 86 foi a minha primeira Copa. Bom, minha primeira copa como um ser-humano nascido (tinha 3 anos). Entao eu poderei dizer aos meus filhos que estive vivo e presente em todas as ocasioes em que os franceses nos humilharam. Vi Zidane ao vivo na TV destruir a defesa brazuca em 98….depois assisti ao Brasil ser derrotado novamente pela Franca na Copa das Confederacoes em 2001 (2 x 1)….e em um amistoso em 2004 vi o melhor resultado do Brasil contra a Franca desde 58, um empate de o x o.

Minhas expectativas para a partida de 2006 eram enormes….mas eu estava me borrando todo, confesso.
Sabia que seria dificil. E o que aconteceu?? As palavras de um amigo meu da Nigeria, o Ben, resumem muito bem a situacao: “O Zidane simplesmente fez o que o Ronaldinho Gaucho deveria ter feito.”
Zizou brilhou, brilhou como em 98, e como em 98, destrui a defesa brasileira – e que diga-se de passagem, eh uma de nossas melhores defesas dos ultimos tempos (Gracas a Deus aqueles toscos do Junior Baiano e Roque Junior se foram…).

E em 2006 o sonho do Hexa foi posto em pausa….infelizmente, desse episodio eu nao esquecerei.

Mas e o resto dessa Copa da Alemanha???

Bom, o resto nao foi feito para o meu agrado.

Ironicamente, na copa em que eu mais me empolgei, para a copa que mais me preparei, sofri minhas maiores frustracoes.
Primeiramente, essa copa vem sendo uma copa sem muitos gols. A segunda pior media de gols desde 1990. (Voces se lembram daquela final horrivel, entre Alemanha e Argentina?). Sim, eh claro que rolou paulada, eh a Argentina poxa, sempre rola briga com aqueles toscos animais.
(Animais sim, vou pegar pesado – eh soh eles que podem ser grossos eh, naquele jornaleco do “Oleh”?? Fala serio…)

Mas tudo bem….

Essa Copa da Alemanha tambem nao teve craques. E tambem teve o pior artilheiro desde 62. Afinal, Klose soh marcou 5 gols. Na Copa passada, Ronaldo havia feito algo que nao se fazia desde 1970: marcou mais de 6 gols; num total de 8.
Nessa Copa da Alemanha tambem nao vimos grandes partidas. Quem venceu no torneio, venceu defendendo!

Assim que o Brasil se foi, troquei minha lealdade para a Alemanha.

Em meu primeiro jogo como torcedor Alemao, vestido de camisa da selecao germanica e tudo mais, assisti a Alemanha x Italia…em um bar tomado por Italianos.
Sai de lah triste, com mais uma derrota nos ombros.

“E agora, pra quem torco??”

PURTUGAL, de Felipao!

Beleza, passou-se um dia e lah eu estava, enrolado na bandeira de Portugal (serio, te juro), e mais uma vez voltei ao bar, para ver o Felipao e o Cristiano Ronaldo baterem nos francezinhos. Eu estava sedento por um gol….nao comemorava um gol com um grito desde que Ze Roberto marcou contra Gana. Estava famito para gritar GOOOOOOOLLLL, TOMA SEUS FRANCESESM TOOOOMMAAAA….

Mas, o melhor que eu consegui foi mais uma cerveja gratis, pois Zizou mais uma vez me partiu o coracao.

“Pow Zizou…o que tu tem contra mim cara?? Em 86, na minha primeira copa, voces nos ferram….dai tu vem e acaba com meus sonhos em 98 – e eu bem lembro que porque voce ganhou, a minha aula no dia seguinte nao foi cancelada, e eu tive que fazer uma prova de matematica. E dai tu tira o meu time do campo em 2006….e ainda jogando bunito cara, que que eh isso….AH, e dai TU de novo, arranca o sonho portugues do meu coracao….pow Zizou, tu quer me ver infeliz merrmu hein??”

“E agora, o que me resta” dizia eu!

Brasil, Alemanha, Portugal…tudo pro saco. O que me resta agora eh ver a Franca perder!

Sou ITALIA amanha entao???

Bom, eu andei pensando….a verdade eh o seguinte: Nao importa quem vencer nesse dia 9 de Julho, o Brasil perdera um pouco do seu brilho.

Se a Italia vencer, a nacao Azzurri se tornara Tetra campea; algo que somente o Brasil alcancou na historia.
Se a Franca vencer, os nossos carrascos construirao um tabu em cima da gente que sera sinonimo de fiasco pra nos, e boa sorte pra eles. Mais uma vez, em cima do Brasil, a Franca ganhara mais uma estrelinha em sua camisa. Mais uma estrela de peso pesado nos ombros dos canarinhos. Mas uma estrela que nos fara borrar de medo no campo.

Curiosamente, a outra selecao que tambem nos faz borrar em campo, a Argentina, tambem tem 2 estrelas em sua camisa.
Entao se a Franca vencer, teremos 4 estrelas em cima da gente, nos assombrando a cada copa….sera que nossas 5 estrelas conseguirao vencer essas 4??

Nos perguntaremos questoes como essa pelos proximos 4 anos!

Mas a questao ainda prevalece….por quem torcer?????

Nao sei!
Mas acho que por ainda estar amargo devido a derrota para a Franca, e por ser um bom brasileiro vingativo no futebol, acho que meu coracao vai para a Azzurri.

Mas o bolao de Zizou….esse me encanta.

Nao sei se voces jah pararam pra pensar, mas se Zizou vencer amanha, ele sera elevado ao patamar de Pele e Maradona.
E na minha opiniao, Zizou eh de fato o melhor e mais completo jogador desde Maradona. Sem duvida!
O duelo entre Brasil e Franca em 2006 tambem reuniu os dois maiores jogadores desde Maradona, Ronaldo e Zizou. Cada jogador com sua incrivel historia de sucesso; curiosamente, os dois tambem sao os UNICOS a ganharem o premio da FIFA de melhor do mundo 3 vezes!!!

Um duelo de titas!

Mas entao, quem eh o melhor??
Eu diria que Zizou se saiu como O Melhor. Sua classe, elegancia, e FRIEZA (olha ai o lado psicologico da coisa) superaram a estrela de Ronaldo.

Eh como eu havia dito…..na psicologoia, nos brasileiros somos podres! Latinos Americanos sao geralmente fracos nesse campo. Nao eh a toa que somente UM time latino venceu em solo Europeu: O Brasil de 58!

AHh….esse 1958…que ano foi aquele! Ano de Pele de 17 anos….ano de Campeao Mundial pela primeira vez….ano de vitoria sobre a Franca….ano em que meu bom e velho pai nascera….

Esse 58….um pouco alem de uma boa idea.

Essa Copa de 1958 sim fora uma Copa feita para mim;

Mas nao essa de 2006. Nessa eh fiquei chupando o dedo, e com cara de bobo.

*Consideracoes:

Na Copa de muitos cartoes vermelhos, poucos gols, pouquissimas zebras, arbitros competentes (raridade), eliminacao canarinho (raridade), eu nao fui feliz. Junto ao Brasil foi-se tambem a Australia, que me encantou com seu futebol de raca e presepadas. Dai foi-se a minha Alemanha….dai o meu Portugal…e agora, eh tudo ou nada com Azzurri.

Alemanha 2006: A Copa onde a maior potencia futebolistica da historia do esporte, a nacao canarinho, confirmou que somos fregueses do galo frances. A franca por sinal, mesmo se nao ganhar nada no domingo, vai sair dessa copa, eu diriria, como a maior zebra (devido a pessima campanha em 2002 e durante a primeira fase de 2006); e saira tambem como o nosso maior algoz…86, 98, 06….parece que finalmente o Brasil arrumou mais competicao. Sinal de que o nivel do futebol mundial estah se elevando, e o esporte estah evoluindo.

Alemanha 2006: A Copa da entrada a la francesa….quietinha, sem causar tumulto, tranquila. Arriscando cair fora, mas mantendo a serenidade e uma belissima simplicidade – derivada de seu craque maior, capitao, guia e melhor e mais completo jogador desde o Hermano Maradona, Zizou Zidane – ele que foi 3 vezes eleito o maior craque do Planeta, hoje estah velhinho, mas ainda mantem a classe de sempre. Um senhor dos campos.

Eh, foi mesmo uma copa estranha. Alias, se tornou uma EUROCOPA apos as quartas-de-final.

E o que me restara depois de amanha, depois de ou um Tetra ou um Bi???

Aquele amontoado de revistas, guias, filmes, documentarios e camisas de selecoes….tudo isso acumulara poeira nos proximos 4 anos.

Reservei algumas coisas que merecem empolgacao para comemorar o fim de copa, como dois documentarios especiais em dvd que comprei online da Inglaterra; um se chama “FUTEBOL: A HISTORIA DA OBSESSAO DO BRASILEIRO COM O ESPORTE”, e o outro, em 7 discos, simplesmente se chama “O JOGO LINDO: A HISTORIA DO FUTEBOL”.

Ufa, ainda bem que nao estarei sem futebol nenhum pra curtir nas proximas semanas…pois mesmo com essa copa sendo a Copa da decepcao de Rodrigo, ainda sentirei saudades de ver aquele gramado verde na tela, com 22 jogadores seguindo 17 regras, e fazendo a torcida ir a loucura.

Essa Copa nao foi feita para mim…mas fara uma falta danada!

E que venha 2010…

Rodrigo Beilfuss


###########################

2010: orange merde!


Dunga: 100% against popular opinion...

Ah, Foolish Me…

I wanted to believe.

I really wanted to believe that the strongest, fittest, and tallest side Brazil has ever produced would be victorious.

The press called it “pragmatic”. I chose to see it as “competent”, as “defensively unbeatable”.

I was wrong.

Kind of…

Well, yea, I was wrong.

Simply because, as Socrates Brasileiro (our legendary 1982 team Captain) said “common sense is not always the best thing when it comes to Brazilian football”.

And it’s true.

Dunga’s gaucho, physically strong style did not work this time.

“Pragmatism” does not fit the Brazilian mentality that well. We are not a “cold” people. We cannot manage that kind of controlled psychology.
And that was evident in today’s match against a mentally strong Netherlands.

As soon as they realized we were losing our heads, with Michel Bastos and Felipe Melo throwing fits around the pitch, they knew what to do. They knew how to break us.

And what’s worse: Dunga, our coach, was beyond lost as well.

Dunga didn’t stop to think “oh wait, my team is losing their heads, I’m their manager, maybe I should set the example and make sure they cool off and get back in control”.
Nope, Dunga chose to lose it as well, throwing fits by the sidelines like a petulant little child.

And it all peaked with Melo’s stomping on Robben. To put it plainly: what.the.fuck.was.that?

Dunga’s only piece of good coaching was the substitution of Bastos for Gilberto. Robben, I must say, was one clever little devil. Acting his arse off, tormenting the Brazilian defenders who were becoming increasingly frustrated. And our defenders had no one to provide them with consolation and instruction. Like I said, our coach was too busy throwing tantrums by the sidelines.

Holland were mentally prepared. Cool. Strong. THEY know how to pull off pragmatism. We don’t.
And that is why they deserved to win.
That was a lesson on true, controlled pragmatism. No flair, but no embarrassment either.

But that’s ok. At least I ‘understand’ this defeat. I can see where things changed around. I can see what really happened. Everything was very evident and somewhat ‘explainable’.
Unlike 2006, when Brazil simply collapsed before a flashy France without any sort of explanation, this time we still tried to score, we still pushed for victory – one man down – and we still fought. Only we didn’t really enjoy it at all. There was no joy in the team. No Brazilian warmth. Nada.

Maradona’s Argentina is the polar opposite. They are not commanded by a general from the sidelines. They are devout followers. They are not instructed. They are inspired. They are not “working”. They are having a ball…

In plain terms, they’ve stolen Brazilian football from us.

My wife, who is Canadian, was the one that cried after this defeat. In 2006, I was the one that almost lost my mind.

Not this time.

Liz was able to perfectly verbalize what Brazilians feel when we are kicked out of a Cup: “it feels like…something that was so clearly supposed to happen was taken away from us”.

Yep. It does, usually, feel like that.

But not this time.

I didn’t cry this time.

I did not shed one tear.

This team does not deserve my tears.

They were not Brazil.

They were an affront to our culture.

Dunga is history. This Era is over. It was never pragmatic. It was simply…un-Brazilian.

Make way for 2014, with Neymar, Paulo Ganso, Hernanes and Andre.

And please, could someone bring me Melo’s head on a plate.

Yummy!

RB.

Advertisements
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: